22/01/2009

CORPÚSCULO

cada detalhe fracciona o olhar
vento agreste respira poesia ao luar

sinto-me contaminado de nadas...



Bem perto das estrelas a espuma
Onde o meu mar habita chocalhos de ondas...



criei o [EU] perdido dos sons humanos


veste-te de negro intempérie de lágrimas
para me chorares quando o correr do nó me finda...



poeira-átomo-particula no ar...



numa centelha descalça de pereceres
aquando a alma cura disseres
ressurgirei como homem novo para nos amar!!!

23 comentários:

Paulo - Intemporal disse...

Homem novo no mais puro estado líquido de alma difusa.

Regaço que anseio e enlaço.

Vogalizo[-me] no decalque das cordas com que me amarras aqui.

Como telha vã, rumo à maré tão tua.

Um abraço Jorge

SAM disse...

É sempre muito bonito e significativo o que escreves, amigo!

Grande beijo!

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Gostei muito, lindo poema e imagens maravilhosas
Obrigado pelos visita
Abraços

Tatiana disse...

Obrigada por sua presença e palavras.
Feliz seja o seu dia!

Um abraço carinhoso

FERNANDA & ASTROLOGIA disse...

QUERIDO JORGE, BELO TEXTO COM ESTRAORDINÁRIAS FOTOGRAFIAS... SUBLIME!!!
UM BOM FIM DE SEMANA... UM ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Brancamar disse...

Olá Jorge,

Vim ao teu espaço a primeira vez que te li no Intemporal, voltei hoje porque gosto do que lá escreves, como gostei de tudo o que vi por aqui, desde os textos às fotografias. E parece que já temos dois amigos comuns, pois também me passeio há muito pelos blogues da Fernandinha, pelo seu paraíso Açoreano.
Voltarei uma destas noites para saborear melhor os conteúdos e fazer um comentário mais profundo. Gostaria que os dias fossem tão imensos quanto a minha vontade de aprofundar toda a beleza que se me depara em sítios como o teu.
Vou tentando que o tempo mo permita.
Até breve.
Beijinhos.
Branca

Pena disse...

Talentoso Amigo:
Um sensível e admirável poema, onda as palavras são ricas e de imenso significado.
Lida com elas com pureza e de forma fantástica.
Um prodígio da poesia, com sinceridade.

Abraço de amizade e imenso respeito.
Gostei muito, acredite?
Aqui "habita" um génio de criatividade gigante e pura.
Com cordial estima e consideração

pena

OBRIGADO pela sua simpatia nas palavras expressas no meu "cantinho"
Bem-Haja, amigo!

Betty Branco Martins disse...

._______querido Jorge




.o tecer





do poema




no mais _____fino linho___________...


________________///











beijO_____TernO
bFsemana

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Existe um lugar onde
todos os sonhos se realizam
a Felicidade é constante
e o sentimento maior é o Amor
este lugar é o seu Coração...
Procure nele e você
encontrará as respostas pra tudo.
Bom final de semana

Anja Rakas disse...

Lágrimas...procura-se um riacho delas,
Procura-se um sentido para elas,
Vestir-me-ei de amarelo e sorrirei para o girassol.
Sim...procuram-se girassois para sorrisos contagiantes.

Espero no terceiro luar!!!
Bj

~pi disse...

tudo é pequenino e cheio

de modos de olhar

gosto de sonos e gosto de sinos

(sons quase

mudos,




~

isabel mendes ferreira disse...

obrigada.




ontem tinha passado aqui-em silêncio....

perdi-me nas palavras. sentidas e ditas com a pureza do sonho íntimo e humanista.


hoje digo olá.....bem vindo à hora tardia....:)

pin gente disse...

os nadas...
enchem de espaços vazios
ocos
desocupam a mente de prazeres
os nadas...
por pequenos que sejam

um abraço

f@ disse...

Olá Jorge,
Obrigado pela passagem nas nuvens... e parabéns pelo imenso e belo espaço carimbado de imagens tão belas quanto as palavras...

Beijinhos das nuvens

Poemas e Cotidiano disse...

Que coisa linda de poesia, meu amigo!
Nossa, ficou muito perfeita, as fotos casadas perfeitamente com seus lindos pensamentos.
Amei!
Beijos
MARY

Avid disse...

(re)invencoes do corpo.
Bjs meus

angel bar disse...

Convite para Long Drink "Just The Way You Are" no Angel Bar. Monstros Electrónicos II, verídico... Bom Fim de Semana.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Chega o vento assobiando
fazendo riscos imaginários
como ondas no céu soprando sobre folhas ,
flores, vidas chega a brisa manhã
canta suaves carinhos
envolve numa doce,
fresca brincadeira
lembranças num rastro
manso luz vento , brisa,
vida tocam rios janelas
todas as casas calçadas
soprando sorrisos
lembrando todos os caminhos
colorindo como se fosse carrossel
verdadeiros roda moinhos
deixando correr a vida
como fosse melodia...
(Maria Thereza Neves)

Tenha uma linda semana
Abraços

ลndreia disse...

'Sinto-me contaminado de nadas'
Esplêndido! *

ellen disse...

Lindo Blog! Com elegância.
Um bejinho para si.

Carla disse...

tornarmo-nos homens novos é um ânseio legítimo, mas sempre difícil de alcançar
beijos

Luis F disse...

Amigo mais um grande momento, não só maravilhosamente bem escrito, como todo o sentimento e mensagem que existe no poema.

Um abraço
Luis

Parapeito disse...

...Eu gosto de pequenos nadas :) daqueles que se agarram á pele...

Seguidores

Contagem de visitas

Music


MusicPlaylist