20/06/2008

Cara-Metade




quatro paredes por onde ecoam os sons destas pinceladas coloridas no intervalo das portas abertas por onde passam as nossas cores.
atravesso a avenida dos teus pensamentos e lá, te ofereço os meus pecados.
entras na gelatina redonda abençoada pela nossa sede e adoças na rotunda do teu olhar, o meu acanhado sorriso.
e nós rebuscados das sendas que flectem à nossa melancolia, corremos na sinuosidade do nosso trânsito corporal em enlaço caprichoso ou somente num singular embate de ideais.
assim continuamos numa mexa de vela acesa soltando odores refrescantes no arruado de uma sala sem divisórias, sem chão, onde o próprio sentido tornou-se impróprio batido.
bebemos desse batido em que o copo transborda “maledicência” de nós, inerentes num projecto caído sabe-se lá de onde e comemorado em singelas taças de charme.
no tablado de nós glorifica-se a rua do trajecto ora macio, ora árduo por onde almoçam os Deuses.



no brinde respiro as palavras que dizem caladas és a minha…[titulo]

16 comentários:

Carlos disse...

Olá, Jorge

Linda composição de cores e odores...onde a doçura das pinceladas e os batidos da alma se encontram em cumplicidade .
O brinde da « maledicência» que escorrega brandamente no trajecto do «pecado».....

Gostei muito amigo, sabes que se eu fosse pintor , daqui tiraria inspiração para uma tela.

Um abraço e bom fim de semana.

Anja Rakas disse...

Hoje me desfiz dos meus bens
vendi o sofá cujo tecido desenhei
e a mesa de jantar onde fizemos planos

O quadro que fica atrás do bar
rifei junto com algumas quinquilharias
da época em que nos juntamos

A tevê e o aparelho de som
foram adquiridos pela vizinha
testemunha do quanto erramos

A cama doei para um asilo
sem olhar pra trás e lembrar
do que ali inventamos

Aquele cinzeiro de cobre
foi de brinde com os cristais
e as plantas que não regamos

Coube tudo num caminhão de mudança
até a dor que não soubemos curar
mas que um dia vamos!

Martha Medeiros

Paradoxos disse...

sem palavras, formidável, adorei a leitura!
abraços muito forte!!

Sandra disse...

Se fosses pintor já sabias o que ias desenhar na tela, mas não tu és um grande escritor que escreve palavras macias.
Mais macias do que a tela que podias pintar ao escreveres este texto.
Pinta mais um texto lindo e profundo!

Beijos da tua amiga Sandra!!!!!!!!!

Carlos disse...

Jorge
amei esse filme.
Agora ,além de puderes pegar nas minhas palavras, para mim é ainda mais gratificante que tu consegues entender aquilo que eu quero transmitir,e ainda as embelezas mais,
obrigado,
Depreendo, que irás eventualmente de férias, assim boas férias, ou melhor ainda, tudo de bom

abraço, bom fim de semana

Sei que existes disse...

Que lindo texto de amor!
Beijos

Deusa Odoyá disse...

OI MEU NOVO AMIGO.
lINDAS AS PALAVRAS, NESSE TEXTO DE MUITO AMOR E ENTREGA.
FIQUE NA PAZ.
BEIJOS DA SUA NOVA AMIGA DO LADO DE CÁ.

TE AGUARDO NO MEU CANTINHO.

semrosto disse...

...e, embriegados pela paixão, fazemos um dueto de amor...


as tuas palavras fazem sonhar...

Algodão doce disse...

estas palavras são tão bonitas...amei!

Vieira Calado disse...

Um texto cuidado e bem escrito de que gostei.
Um abraço

impulsos disse...

Maravilhosas são as palavras que te saíram dos dedos e deram vida a um sentimento que vestiste de uma só cor... num mesclado multicor com que se veste o Amor.
Sim, é a visão dos sentidos, plantada nos olhos de um ser apaixonado pela sua musa de sonho, com quem dança em compasso acertado pelas batidas do coração...
Do outro lado, a sua cara metade sorri e os seus olhos não mentem, quando brilham como dois faróis reluzentes...

Beijo

SAM disse...

O que acrescentar? Falta-me as palavras. No entanto sorvi toda a beleza da composição do texto, sevindo-me das suas deliciosas palavras.


Ótimo fim de semana, Jorge!

Beijos

Ant disse...

Um batido que, por vezes, não é o melhor e que dele só nos é transmitida melancolia. :'$

Beijinho *

Paradoxos disse...

mais um abraço

Ant disse...

Obrigada por todos aqueles elogios. :'$

Xinha disse...

indoo...
Terno e suave.

Gostei imensamente do "..atravesso a avenida dos teus pensamentos e lá, te ofereço os meus pecados."
Achei formidavel...

E o silêncio diz tanto...

Xi-coração

Seguidores

Contagem de visitas

Music


MusicPlaylist