08/11/2008

"SINOPSE"



atirei sete palavras ao ar enquanto as palmas do meu choro rebuscavam o silêncio farto.

ai de ti mão que seguras a Adaga…

culpado espírito de sinopse entretido no vento.

vem madrugada penitenciar-me que eu acabei de matar a noite!

7 comentários:

Anja Rakas disse...

Mataste a noite mas ressuscitaste o dia.
Sinopse de um bocadinho de ti...é delicioso.

Beijo

NAELA disse...

Wowww matar a noite, esta frase toca na profundeza do meu ser, iluminando o dia e escurenco os pensamentos sublimes!
Um beijo muito doce

Betty Branco Martins disse...

.querido_______Jorge





matas a noite_______...



.mas vives



no.seu


quadro esquemático______...







adorei!!!







beijO____c_______carinhO

Olhos de Mel disse...

Oie lindinho! Embora tristinho, o post está lindo, cheio de carinho...
A noite é triste para quem ama e está distante, para quem se sente só, mas o nascer do novo dia, traz uma nova esperança, um novo amor, um sonho imortante...
Já matei muitas noites, já confessei ao travesseiro, em lágrimas a minha dor, hoje se choro é de felicidade, por ter encontrado o amor.
Bom fim de semana! Beijos

SAM disse...

Maravilhoso, amigo! Uma parcela real e imaginária nestas sete palavras...

Beijos com carinho.

Anja Rakas disse...

E mais uma vez desta forma carimbas pedaços de mim em eternidades presentes.

Beijos

Olhos de mel disse...

Olá lindo! Passei pra lhe desejar um fim de semana cheio de realizações!
Beijos

Seguidores

Contagem de visitas

Music


MusicPlaylist