18/03/2009

PÉRFIDO



Até o raiar de mim é a lembrança omnipotente do caos;
Domei as feras e fiquei à espera do troféu azedo da arena;
Sempre que tomo as pílulas da trágica menção do abismo, suplanto a intensidade que degenera nas trompas.

Para quê a ânsia se me deixo prazeirar na intempérie do sétimo céu perdida nas dunas de onde libertas as tuas agonias.

A culpa das minhas suposições é derretida neste chão onde me deleito...[de mala pronta em finito!]

Será porque sou a mulher do homem [ZERO]???



Para elas!!!

22 comentários:

SAM disse...

Magistral, Jorge! Bonito demais!


Beijo

Daniel Silva disse...

Lindíssimo. Poema e fotos.
Retiraria a palavra "trompas" (que desvirtua ali a poética) ;) mas tens uma escrita diferente. Como diz o comentário aqui em cima. MAGISTRAL este texto. Gostei mesmo muito. Até que enfim, que começas a dar de ti :)

Abraços

Efigênia Coutinho disse...

Jorge Vieira Cardoso

Estou diante de um escritor enigmático, onde da prazer sua obra poética, meus cumprimentos,
Efigênia Coutinho

Anja Rakas disse...

O que sabemos é que ao se fecharem as janelas químicas, outro despertar aconteceu. O espírito humano é mais forte que qualquer remédio. E é isso que precisa ser alimentado por meio do trabalho, lazer, da amizade e da família. Isso é o que importa. Foi disso que nos esquecemos. Das coisas mais simples.
Oliver Sacks

GMV disse...

Leio-te e acrescento-me!

Belo dizer...este tão teu.

Beijo de boa noite, Jorge

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Hoje só estou passando para desejar um feliz dia do blogueiro,
com um final de semana cheio de amor e esperança.
Aproveito para deixar um lindo poema de Mário Quintana


Amar: Fechei os olhos para não te ver e a
minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados
desceram lágrimas que não enxuguei,
e da minha boca fechada
nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei....
O amor é quando a gente mora um no outro.

(Mário Quintana)

Abraços:Eduardo Poisl

Humana disse...

Como disse Nietzsche,"é preciso existir o caos dentro de si, para que nasça uma estrela cintilante".
Beijos Jorge.

paulotpires disse...

abraço...

Paulo - Intemporal disse...

No Dia Mundial da Poesia, deposito aqui um ramo de sílabas que mais tarde virei colher na vogalização de tantas as palavras de en.cantar.

e saio _______________________________ rendido.

Um abraço[.]

GMV disse...

Se eu soubesse tratar as palavras como tu, encontraria, de certeza, uma forma original de te dizer "obrigada"!

Terno o beijo.

Pena disse...

Oh, Genial Amigo:
VOCÊ é ímpar na "construção" da sua bela poesia.
Um poema soberbo de encanto que crê na sensibilidade da mulher, de todas as mulheres, num misto de respeito e na sua "entrega" plena ao amor como um "dever" de prazer.
Perfeito, amigo!
Com a maior estima, respeito e consideração.
Sempre a admirá-lo pela imensa significação de poesia majistral e fabulosa.

Abraço cordial de amizade

pena

Eu sei que vou te amar disse...

Wowww!! Aplaudo de pe, nao feches as cortinas deste palco onde as palavras representam com talento, os sentimentos!
Beijo doce

~pi disse...

do homem zero hum... :)

direi eu

da

escrita-zero,




beijo



~

Carla disse...

como ela agradeço-te a magia deste post em texto e imagens
beijos

isabel mendes ferreira disse...

Perfeito.




in.pérfido.



do mais que perfeito.





Jorge, obrigada.



beijo.

GMV disse...

"a tinta com que pinto as minhas palavras, é o antídoto que reverte a minha agonia. que me cura."

Hoje, com tempo, li-te de início! Saio, em admiração, com as palavras dessa alma que sobra...

Beijo e bom fim-de-semana

ลndreia disse...

Essa ânsia vem do querer. Muito. *

SAM disse...

Um beijo, Jorge!

angel bar disse...

“Amar os outros é a única salvação individual que conheço: ninguém estará perdido se der amor e às vezes receber amor em troca.” (Clarice Lispector)

Ventanias Soltas.

Convite para Drink of Lx no Angel Bar.

Boa Semana

Paulo - Intemporal disse...

Jorge

Venho deixar-TE um abraço.

Na intemporalidade da nossa amizade.

Sinto-TE deveras ocupado e folgo-me por isso.

Imprescindível o teu tributo.

Em tudo o que tocas ou afinas.

Sempre na arte tão tua.

Sublime e bel.íssima.

:)

Estrelinha disse...

Excelente como sempre

Hugo de Oliveira disse...

Muito bom, gostei mesmo!


Abraço, parabens!

Seguidores

Contagem de visitas

Music


MusicPlaylist